10 hábitos de pessoas eficazes

Hábitos de pessoas eficazes e de resultado

Não há dúvida alguma de que o sucesso começa a ser construído a partir da eficiência. Mais do que realizar suas atividades de forma apenas correta, é preciso ser efetivo e eficiente para gerarmos qualidade e produtividade. O Gerando Empreendedores apresenta os 10 hábitos de pessoas eficazes, que lhe ajudarão a se tornar uma pessoa verdadeiramente eficiente, no trabalho e no seu dia a dia também.

A verdade é que ninguém simplesmente nasce eficaz, ou se torna eficiente do dia para a noite. As pessoas aprendem a ser eficientes. E isso requer tempo, muito esforço, trabalho e dedicação, mas a boa notícia é que a adoção de 10 hábitos de pessoas eficazes facilitará – e muito – sua busca pela eficiência.

Adotar os 10 hábitos de pessoas eficazes certamente lhe trará resultados muito positivos em sua vida profissional e pessoal, e é simples explicar o porquê: adquirindo tais hábitos, você efetivamente se torna capaz de ser eficiente. Ou seja, não se trata de fazer uma ou outra determinada tarefa de forma eficiente, mas sim de agir como tal de forma constante.

Definição de eficiência

Para compreender os 10 hábitos de pessoas eficazes é preciso, antes, entender o que significa a palavra eficiência.

De acordo com o Dicionário Michaelis, eficiência é “1. Capacidade de produzir um efeito; efetividade, força. 2. Capacidade de realizar bem um trabalho ou desempenhar adequadamente uma função; aptidão, capacidade, competência. 3. Qualidade do que é passível de aplicação vantajosa; proveito, serventia, utilidade: ‘Não concordo com a eficiência de leis tão antigas’. 4. Atributo ou condição do que é produtivo; desempenho, produtividade, rendimento: ‘Nada se compara à eficiência dessas máquinas importadas”.

É preciso destacar algumas palavras que fazem parte do significado da palavra eficiência para que possamos aprofundar o entendimento sobre a questão, o que facilitará a compreensão dos 10 hábitos de pessoas eficazes: “capacidade”; “competência”; “desempenho”; “produtividade”; e “rendimento”

Em suma, é preciso perceber que a eficiência é mais do que fazer apenas corretamente o que se espera da gente. Ser eficiente é ter atitude!

Eficiência, eficácia e efetividade: os significados são diferentes

Antes de listarmos os 10 hábitos de pessoas eficazes, é preciso entender a diferença entre as palavras eficiência, eficácia e efetividade. Essas três palavrinhas podem soar como sinônimos, mas são conceitos diferentes, que se complementam. E isso é muito importante em um ambiente corporativo: trata-se dos três “Es” da administração (eficiência, eficácia e efetividade).

A eficiência, você já sabe bem o que é: quando produzimos eficientemente na empresa, ganhamos tempo e eliminamos desperdícios, porque a eficiência está intimamente ligada à produtividade. Um trabalho foi realizado de forma eficiente quando acontece dentro dos custos e tempo pré-determinados e alcança os objetivos propostos.

A eficácia, por sua vez, é a capacidade de cumprirmos com uma tarefa, obedecendo, por exemplo, prazos e metas. Realizamos o melhor possível com os recursos disponíveis. No conceito de eficácia, o que interessa é a qualidade do que foi entregue, não a redução de custos. Ou seja, a eficiência é a forma como realizamos uma tarefa, enquanto a eficácia tem a ver com as tomadas de decisão e os resultados alcançados.

Já a efetividade é a capacidade de reduzir custos, alcançando o melhor resultado possível. A grosso modo, pode-se falar que a efetividade é a soma da eficiência e da eficácia.

Afinal, você é um profissional eficiente, eficaz ou efetivo?

10 hábitos de pessoas eficazes

Não há como falar em 10 hábitos de pessoas eficazes sem citar o consultor e escritor americano Stephen Covey. Falecido em 2012, Covey é o autor de “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, talvez o maior fenômeno editorial na área corporativa. O livro esteve na lista dos mais lidos por oito anos consecutivos, foi traduzido em nada menos do que 38 idiomas, vendeu mais de 15 milhões de exemplares e, se não bastasse tais credenciais, foi considerado pela revista Forbes como o livro mais influente do século 20.

Covey resume a questão a partir de uma pequena fábula: um fazendeiro encontra um ovo de ouro, posto por uma de suas galinhas. Ganancioso e impaciente, ele decide matá-la, para colher todos os ovos de ouro que estariam em sua barriga. Ao abrir a ave, nada encontra ali. A partir dessa fábula, ele define que é preciso haver equilíbrio entre a produção e a capacidade de se produzir. Produzir além ou aquém da sua capacidade não é eficiente! A eficácia nasce a partir da harmonia, segundo o autor.

Gerando Empreendedores traz os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes listados por Stephen Covey e acrescenta mais três itens que – acredite – farão toda a diferença. Confira agora.

1º hábito de pessoas eficazes: a proatividade

Trata-se de um hábito que depende tão somente de você. Ser proativo é realizar algo a partir de suas próprias forças. Não é preciso que alguém peça – ou mande – fazer algo porque você já terá tido tal atitude. Ser proativo é ter iniciativa própria.

Três pequenas dicas que irão lhe ajudar a desenvolver toda a sua proatividade:

  1. Estabeleça objetivos e busque alcançá-los diariamente. Lembre-se, trata-se de um hábito a ser adquirido;
  2. Utilize palavras positivas no seu dia a dia. Pense sempre que você vai conseguir alcançar seus objetivos;
  3. Foque no que é possível fazer. Todos os dias, sem exceção, busque ser proativo com consciência. Ou seja, tenha atitude!

2º hábito de pessoas eficazes: tenha um objetivo em mente

Que pessoa você quer ser social e profissionalmente? Como você quer ser reconhecido por sua família, seus vizinhos, amigos e colegas de trabalho? É preciso estabelecer metas e trabalhar incessantemente para alcançá-las. Ter objetivos é o primeiro passo para conquistá-los. Uma pessoa eficaz tem objetivos e metas estabelecidas.

3º hábito de pessoas eficazes: faça o que é mais importante em 1º lugar

Como se diz popularmente, é impossível assoviar e chupar cana ao mesmo tempo. Ninguém é capaz de dar conta de tudo, afinal temos limites. E esses limites precisam ser respeitados. Você não pode participar de uma maratona se está acostumado a correr apenas três ou quatro quilômetros. Certamente vai abandonar a prova ou arrumar uma distensão muscular. É preciso saber dizer não, mas é fundamental definir prioridades. O que é mais importante para você realizar naquele dia ou naquela semana? Este 3º hábito está intimamente ligado ao 2º hábito. Priorizar é escolher o que é mais importante naquele momento. Defina, sempre, suas prioridades, e comece, igualmente sempre, por elas.

4º hábito de pessoas eficazes: “ganha X ganha”

Em geral, quando se pensa que alguém ganhou, logo se imagina que necessariamente há um perdedor nessa história. Ou seja, se alguém ganhou, alguém perdeu. Covey não acreditava nisso. No 4º hábito, ele diz que é possível que todos ganhem. Assim, a atitude do “ganha X ganha”, como ele chamou, é defender sempre uma negociação justa, onde as partes saiam satisfeitas. Para o autor, em uma negociação todos devem entender os ponto de vistas apresentados.  Ao agir assim, a pessoa eficaz atua de forma íntegra e madura e dissemina a crença de que todos podem sair ganhando. Uma pessoa que pensa e age assim é mais eficaz com certeza.

5º hábito de pessoas eficazes: comunicação com empatia

A forma mais utilizada e comum de comunicação é o uso da palavra. Mas será que a gente se comunica bem? Será que nos comunicando corretamente? É muito comum que a gente escute o outro com a mera intenção de respondê-lo. Mas escutar com empatia é buscar entender exatamente o que o outro está falando, o que ele está comunicando. Estabelecer uma comunicação com empatia é um hábito de pessoas eficazes porque assim estabelecemos diálogos. E dessa forma, negociar (4ª atitude) é muito mais fácil e efetivo.

6º hábito de pessoas eficazes: sinergia

O todo não é a soma de suas partes. É mais do que isso, e está aí o conceito de sinergia. O trabalho em equipe sempre traz resultados mais consistentes, e saber se relacionar com o próximo de forma sinérgica é um dos 10 hábitos de pessoas eficazes. Novas ideias, diferentes visões de mundo, experiências variadas sempre somam.

7º hábito de pessoas eficazes: autorrenovação

Saber se renovar é fundamental para crescer. É fundamental se cuidar física, mental , social e espiritualmente, mas também é preciso estar aberto a novas ideias, novos conhecimentos, novas experiências e novas práticas. Dar espaço à renovação é enriquecer e, consequentemente, ser mais eficaz.

8º hábito de pessoas eficazes: acorde cedo

Após uma boa noite de sono (fundamental pra sua saúde), acorde cedo e faça o seu dia render. É pela manhã que estamos biologicamente mais dispostos e prontos para os desafios do dia inteiro.

9º hábito de pessoas eficazes: faça atividade física regular

A prática de exercício físico é condição básica para a sua saúde. E traz disposição, o que é fundamental para pessoas eficazes.

10º hábito de pessoas eficazes: administre corretamente o seu tempo

Estabeleça limites para suas tarefas, pois caso contrário sua lista de tarefas não chegará ao fim do dia completa e realizada. A dispersão é uma das grandes inimigas da eficácia. Esqueça-se da multitarefa: realize uma tarefa de cada vez.

Transforme-se em uma pessoa eficaz

Os 10 hábitos de pessoas eficazes certamente lhe ajudarão a efetivamente se transformar em uma pessoa eficaz. Mas lembre-se de que se trata de uma prática diária e – o mais importante – sempre haverá espaço para o erro. Porque é a partir do erro que é possível descobrir o caminho do sucesso.

Falar com um Contador Especialista

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda