Como abrir uma clínica de Fisioterapia em sua cidade?

abertura de empresa para clínica de fisioterapia

Olá, tudo bem pequeno/grande empreendedor! Primeiro, vamos nos apresentar mais adequadamente, antes de falar de como abrir uma clínica de fisioterapia. Combinado?

Nós, somos a primeira escola de empreendedorismo do Brasil formada por contadores e financistas, e por isso, temos o grande prazer em poder te orientar nas melhores temáticas no que concerne abrir empresa, desenvolver melhor os negócios, mudar a empresa, fazer sociedade, entre outros assuntos pertinentes ao empreendedorismo e todo o seu repleto mundo de inúmeras possibilidades!

Por isto, hoje, temos a alegria de compartilhar com você, em especial, que está decidido em saber como abrir uma clínica de fisioterapia, quais são as diretrizes e primeiros passos.

Para tal, é preciso, obviamente, seguir com essa leitura e estar bem atento a todas as informações, pois todas aqui, serão de grande valor e relevância para o pleno desenvolvimento e crescimento do negócio no nicho de fisioterapia!

Vamos lá entender melhor?

É certo que depois que você se forma, vem uma avalanche de necessidades de empreender no ramo da fisioterapia!

E muito provavelmente, você não quer trabalhar para os outros, e sim, ter sua própria clínica de fisioterapia, certo? É isso mesmo?

Se sua resposta for positiva, então você veio ao lugar certo!

Afinal de contas, por onde começar para abrir uma clínica na área de fisioterapia?

Confira agora, os principais passos a passos para começar uma clínica de fisioterapia!

Passo 1: Estudando bem o seu mercado, antes mesmo de funcionar!

Uma pergunta básica iremos fazer a você, ok?

Falar com um Contador Especialista

Você está realmente por “dentro” do mercado? Ou sendo mais formal na linguagem… você conhece o seu mercado? Sabe quem são os seus concorrentes e o que eles possuem de diferencial?

Já analisou sobre os melhores locais de atuação para o estabelecimento de sua clínica de fisioterapia?

Já conseguiu identificar as demandas dessa região ou o que essa região pode proporcionar a você e seus clientes?

Bom, como você mesmo pode notar, essas são perguntas que merecem muita atenção e com toda certeza, é necessário tempo de estudo e análise de cada ponto e de cada necessidade ou demanda em especial.

É preciso sim, mapear tudo, para quando você estiver em funcionamento, possa ter uma base mais sólida e consistente no desenvolvimento do seu negócio com a clínica de fisioterapia.

Compreendeu até aqui? Então vamos seguindo, porque tem muito mais ainda!!!

Passo 2: Sobre os aspectos legais e adequação da legislação para abrir sua clínica de fisioterapia

É preciso destacar e acreditamos que isso esteja claro para você, que somente um portador de habilitação profissional na área (nesse caso o fisioterapeuta), é quem pode abrir uma clínica nesse nicho. Então, se seu pai ou sua mãe pensarem em assumir o nome do empreendimento e se eles não forem formados na área em questão, nada feito, ok?

O administrador da empresa de fisioterapia, precisa ter formação específica nessa profissão. Isso tudo, porque a Lei exige isso, e precisamos cumprir com todas às normas e regras, obviamente.

O Decreto-Lei, a nível de entendimento, se trata do 938/69, de Lei 6.316/75, com Resolução do COFFITO, de Decreto 9.640/84 em Lei 8.856/94.

Portanto, em se tratando da pessoa jurídica, surgem algumas responsabilidades, como:

  • Se exige responsabilidade técnica para o atendimento do serviço da clínica, que deve estar amparada, credenciada e registrada formalmente pelo Conselho Regional de Fisioterapia Ocupacional – CREFITO.
  • É necessário também, haver comprovação do registro do profissional diante o CREFITO, em relação a pessoa física.
  • O consultório de fisioterapia, deve, portanto, estar cadastrado no CREFITO – da mesma forma que você, como PF.

No sentido mais burocrático e que envolve órgãos públicos, as finanças e contabilidade da empresa, é preciso possuir registros, documentos, alvarás para que a clínica de fisioterapia possa operar da maneira que deve.

Aqui citaremos alguns desses registros, ok?

  • Contrato social – nesse documento serão apresentadas cláusulas, com normas que regem a clínica, terá por exemplo: nome e localização, dados dos sócios (se houver), objetivo do negócio, participação e funções de cada sócio, entre outros dados de importância.
  • Registro na Junta Comercial. que é como se fosse a “certidão de nascimento da sua empresa”.
  • Registro na Receita Federal, para emissão do CNPJ.
  • Enquadramento no Conselho da Classe.
  • Autorização do Corpo de Bombeiros e o Alvará de Segurança.
  • Registros emitidos pela Prefeitura, para se obter o alvará de localização, funcionamento, com as devidas licenças para atuação da sua clínica (cartão de identificação municipal, inscrição municipal para os devidos recolhimentos de ISS – que se trata do imposto sobre serviços, de modo que o percentual da alíquota pode variar a depender da cidade).
  • Também é necessário realizar um cadastro na vigilância sanitária no seu município (CMVC) através da Sevisa – que é o Sistema Estadual de Vigilância Sanitária.
  • Da mesma maneira, todas as normas vigentes da ANVISA devem ser cumpridas.

Observação importante: esse contrato pode ser registrado em algum Cartório de registro Civil de Pessoa Jurídica, será necessário levar documentos, como a identificação dos sócios ou proprietário, comprovantes de residência, entre outros. No mesmo local também é possível consultar previamente sobre o nome da empresa, para verificar a possibilidade de utilização. Mas antes procure contratar uma contabilidade em seu estado para te ajudar.

  • Registro na Secretaria Estadual da Fazenda – será também necessário esse outro tipo de registro para realizar a venda de produtos de fisioterapia.
  • Registro no INSS – para que a empresa possa fazer os devidos recolhimentos, tanto com relação à sua atuação, quanto com relação a seus empregados.
  • Registro no Sindicato Patronal – As contribuições podem variar de acordo com cada mês e a modalidade pode diferir um pouco, ou seja, empresas de fisioterapia abertas até o mês de março – pagam a contribuição sindical, confederativa e assistencial. Já se aberta entre o mês de abril e agosto, passa a pagar a contribuição sindical e confederativa. (Mas fique tranquilo que não é mais obrigatório pagar o sindicado)
  • É também necessário se cadastrar junto à Caixa Econômica Federal, estando no sistema de conectividade social, que se trata do INSS e FGTS.

Como você mesmo pode perceber bem, valores, taxas e formatos de emissão, irão variar de acordo com cada empresa, porte e município e por isso mesmo que é tão essencial poder contar com especialistas da área que realmente entendam do assunto, pois é comum empresários acabarem pagando muito além do que poderiam e deveriam, simplesmente por não estarem sendo bem assessorados em suas clínicas ou durante a abertura dela.

Passo 3 para abertura de uma clínica de fisioterapia

E claro, não poderíamos deixar de falar com relação a instalação de sua clínica, certo?

A definição do local, é outro fator de grande relevância, pois diante a isto, você poderá compreender o que te favorece e o que não te favorece no ambiente desejado para instalação de seus negócios com clínica de fisioterapia.

Portanto, é preciso estar atento a alguns detalhes, como:

  • A definição do objetivo do seu negócio ser criado e construído. Elenque.
  • Qual é o público a ser atendido?
  • Quais são as características da população naquela região? Quais são as classes que residem ou frequentam o local?
  • Quais são os tipos de negócios que favorecem sua clínica ou seus clientes? Hospitais, farmácias, academias, escolas, faculdades?
  • Qual é o perfil dos seus clientes?
  • Quantos são e quais são os concorrentes mais próximos e o que eles possuem de diferencial?
  • Como é o bairro e a condição de mobilidade do ambiente?
  • Como é o espaço do imóvel e a segurança?
  • Há estacionamento?
  • E quanto a estrutura física da sua clínica de fisioterapia?

É importante analisar todos esses fatores, pois quanto mais informações você obtiver sobre seu empreendimento, quanto mais a par estiver da realidade do negócio, mais forte você se tornará em capacidade de gerenciamento, com melhores poderes para decidir e mudar, sempre quando necessário.

Quanto a estrutura, é preciso pensar o seguinte:

  • O espaço é suficiente para o atendimento desejado?
  • É possível usar e instalar todos os equipamentos necessários?
  • Existe algum espaço para recepcionar os clientes e para que eles aguardem serem atendidos?

E quais os ambientes mais usados em uma clínica de fisioterapia?

Para complementar tudo o que já estávamos falando antes sobre a estrutura, é preciso destacar as principais áreas de cobertura e de atendimento, que são:

  • Sala de espera.
  • Recepção.
  • Banheiros adequados a portadores de deficiência ou com mobilidade comprometida.
  • Consultórios.
  • Salas de aplicação terapêutica.
  • Salas de hidroterapia.
  • Escritório.
  • Depósito.

E quanto se gasta para abrir uma clínica de fisioterapia?

Bom, essa resposta vai depender do local, da estrutura, do tamanho da clínica, do número de funcionários, do número de aparelhos, dos valores das taxas, documentos e licenças que dependem muito de cada região.

Então você pode pensar assim: – “nossa, mas são muitas coisas para se analisar e prever… eu não tenho cabeça, nem tempo para isso… mas quero abrir minha clínica, e agora, como faço?”.

Você pensou nisso? Bom, a nossa recomendação mais segura é que você possa contar com contadores e especialistas financeiros experientes, capazes de lhe dar todo o amparo necessário para que você entre no mercado da forma mais segura!

Se você precisa de algum tipo de ajuda aqui mencionado, podemos te tranquilizar em algo… NÓS PODEMOS TE AJUDAR COM TODA CERTEZA, pois somos a maior escola de empreendedorismo e possuímos serviços de contabilidade e financeiros que cabem no seu bolso, e que claro, te ajudarão com toda certeza a CRESCER E PROSPERAR!

Vamos lá! Entre em contato agora mesmo!

Nossos serviços:

Consultoria empresarial

Gestão financeira para empresas

Serviços de coach empresarial

Contabilidade especializada

Abertura de empresa e abrir novos negócios

Cursos e treinamentos para te tornar mais forte no mercado!

Grande abraço e muito sucesso e prosperidade!

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda