Como montar uma escola infantil

como abrir uma escola infantil

Todo pedagogo ou professor já sonhou, pelo menos uma vez na vida, em ser dono de sua própria escola. Mais do que um negócio, educar é sempre um sacerdócio, e se vier acompanhado de lucro, um tanto melhor, não é verdade? Mas como montar uma escola infantil? É para esse público, que tem o empreendedorismo correndo em suas veias, que o Gerando Empreendedores preparou esse conteúdo, com todas as dicas sobre o assunto.

A educação é sempre um bom negócio, por um motivo muito simples: é fundamental para desenvolvimento das crianças e seu acesso está previsto até mesmo na legislação, no Estatuto da Criança e Adolescente. Lugar de criança é na escola! Ou seja, é um mercado para mais de 44,5 milhões de crianças e jovens, de 0 a 14 anos, ou seja, 21,23% da população brasileira, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Ministério da Educação contabilizou, em 2018 184,1 mil escolas, sendo privadas 21,7% delas. Já o Anuário Brasileiro da Educação Básica, produzido pela entidade Todos Pela Educação, registra que naquele ano em torno de sete milhões de crianças e jovens foram matriculados em quase 40 mil escolas privadas. Este estudo também indica que mais de 580 mil brasileiros entre quatro e 14 anos estão fora da sala de aula.

O que é uma escola infantil?

O sistema de educação do Brasil é dividido em quatro grupos: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e ensino superior. Da educação infantil fazem parte crianças de zero a cinco anos, da creche até a 4ª série: as crianças de zero a três ficam em creches e as de quatro e cinco anos na pré-escola. Esta definição está prevista na Lei nº 12.796, de 2013.

Uma escola pode oferecer vagas para todas as faixas etárias, da creche até o ensino médio. Não há legislação que determine ou não a segmentação, mas é óbvio que a estrutura a ser montada será muito maior quando inclui alunos de todas as idades.

Qual a idade foco para eu montar uma escola infantil?

Uma escola infantil, no entanto, vai receber crianças da creche até a 1ª série, mas poderá estender seu público-alvo até dez anos, incluindo o início do ensino fundamental (sete aos dez anos, chegando a 4ª série).

Você irá encontrar no mercado todo tipo de escola, desde as completas, que oferecem vagas da creche ao ensino médio, até as segmentadas, que oferecem creche e pré-escola, creche, pré-escola e ensino fundamental e as que recebem crianças apenas para o ensino fundamental e fundamental e médio. Há, ainda, um farto mercado voltado apenas para creches, que recebem os pequeninos enquanto os pais trabalham.

Plano de gestão escolar. O que é isso?

Todo candidato a empreendedor já sabe que o primeiríssimo passo para adentrar no mundo dos negócios é elaborar um plano de negócios. Ali, o futuro empresário vai definir todas as diretrizes de seu negócio, para evitar erros e sobressaltos. No caso de como montar uma escola infantil, é preciso também do plano de negócios e do plano de gestão escolar. Mas o que é isso?

O plano de gestão escolar é um estudo sobre as ações da sua escola, e deve ser realizado anualmente. Neste plano, a escola irá definir horários, a equipe, os recursos necessários, o plano pedagógico, processos administrativos, eventos internos e externos e as demais informações inerentes ao seu dia a dia. É como se fosse uma bússola, um GPS que indicará o caminho a seguir no ano letivo.

A saúde financeira da escola também deve ser um dos temas do plano de gestão escolar, e um dos itens mais importantes a ser pensado é a inadimplência. Muitas vezes, a falta de recursos está diretamente ligada a ela, e a escola precisa resolver isso para não enfrentar problemas de caixa. Afinal, os gastos são grandes e diários. Neste plano, é preciso estabelecer o orçamento real da escola, mas também prever recursos para obras e investimentos realizados ao longo do ano.

Legislação para abrir uma escola infantil

Legalizar o negócio pode ser uma tarefa árdua e muito complicada se realizada sem conhecimento sobre o assunto. Contratar um experiente escritório de contabilidade, que tenha expertise em negócios de educação, é fundamental e será um investimento com excelente retorno: a legalização será feita de forma rápida, eficiente e, o que é o mais importante, sem erros.

Há uma grande lista de questões burocráticas a resolver antes de abrir os portões da sua escola infantil. Além de entender  a parte técnica de como montar uma escola infantil, precisamos lembrar da legalização tradicional do negócio, como registrar o contato social na Junta Comercial, tirar o CNPJ na Receita Federal e o alvará na prefeitura, entre outros documentos, a regularização de uma escola infantil prevê o cumprimento de etapas junto a Secretaria de Educação da cidade e ao Ministério da Educação.

É preciso providenciar, entre outros:

  • Certidões negativas dos cartórios de protesto (de todos os sócios);
  • Planta do imóvel utilizado, com descrição e legendas das áreas de uso;
  • Projeto político-pedagógico;
  • Regimento escolar;
  • Plano de capacitação contínua do quadro de colaboradores;
  • Descrição de materiais e acervos da escola, identificando o espaço a que pertencem;
  • Relação dos recursos humanos da escola, com funções e horários.

É importante pontuar que uma escola infantil deve respeitar toda a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), assim como o Código de Defesa do Consumidor. Converse com seu contador, para que não haja nenhuma aresta na legalização do seu empreendimento.

Um detalhe fundamental: o tamanho da turma

A quantidade de alunos por sala de aula também deve respeitar a legislação. Uma sala de aula apertada e com mais alunos do que o previsto em lei é considerada uma infração grave, e isso pode se tornar um grane problema para sua escola infantil. A sala de aula deve ter um espaço de 1,20 m² por aluno. E a lotação depende da faixa etária: uma turma com crianças de três ou quatro anos não pode ter mais do que 25 alunos.

Localização para uma escola infantil

Temos repetido aqui, no blog Gerando Empreendedores, que a localização é sempre um fator fundamental no sucesso de qualquer empreendimento físico. Uma escola infantil não foge à regra. Sua localização pode trazer mais ou menos alunos, não duvide disso: a questão do deslocamento casa-escola-casa é hoje cada vez mais considerada pelos pais na hora de matricularem seus filhos em uma escola.

Assim, sua instituição de ensino deve estar localizada em uma área de grande concentração de condomínios e casas. Quanto mais perto da casa da criança, melhor, e é por isso que se veem tão poucas escolas localizadas nos centros das grandes cidades.

Não precisar levar o filho de carro para a escola é um ponto positivo e que é sempre levado em consideração pelos pais. No entanto, é importante que seja fácil estacionar diante do portão e que haja farta oferta de transporte público no local. Lembre-se de algo fundamental para os pais: o entra-e-sai da escola é um fator de segurança e não deve ser motivo de preocupação.

Estrutura física para abrir uma escola infantil

Definitivamente, não é qualquer estabelecimento comercial  que comporta uma escola infantil. Mas é claro que o tamanho do espaço vai depender do tamanho da instituição e de quantas crianças ela poderá receber a cada ano letivo. Uma escola infantil precisa:

  • Salas de aula equipadas (inclusive com computador);
  • Local para atividade administrativa;
  • Sala dos professores;
  • Biblioteca;
  • Berçário (em caso de creche);
  • Recepção;
  • Copa e cozinha;
  • Banheiros (inclusive exclusivo para funcionários);
  • Área livre;
  • Quadra esportiva (ou similar);
  • Almoxarifado
  • Sala de informática;
  • Sala de atividades extras (música, teatro, etc.)
  • Área de recreação infantil, com parquinho.

Equipe para montar sua escola infantil

As instalações físicas de uma escola são fundamentais para seu sucesso, é verdade, mas sua alma está definitivamente em sua equipe. Um bom time de educadores e auxiliares faz fama e é o principal motivo para turmas cheias. Fazem parte dos recursos humanos de uma escola infantil:

  • Professores e auxiliares;
  • Secretária escolar;
  • Auxiliares de limpeza;
  • Cozinheira;
  • Pessoal administrativo;
  • Psicólogo e Pedagogo;
  • Segurança (portaria).

Serviços agregados

A atividade fim é a educação, mas uma escola infantil pode oferecer aos seus alunos serviços agregados e complementares, que podem render um faturamento adicional. Muitas escolas oferecem atividades extras, que não estão inclusas na mensalidade, como aula de teatro, capoeira e informática, além de passeios pedagógicos. Em geral, essas atividades fazem sucesso e são requisitadas pelos próprios pais, que as consideram um investimento e as entendem como uma prática extra, passível de cobrança. Outro serviço agregado de muito valor é o transporte casa-escola-casa. Vale pontuar que todos esses serviços podem ser terceirizados, o que traz um lucro menor mas, em compensação, o trabalho é absolutamente reduzido. Mas faça as contas direitinho do quanto irá receber de comissão, porque há custos, como limpeza, segurança e luz, entre outros.

Comunicação

A divulgação das atividades da escola é um processo muito importante, principalmente para os pais, por meio de circulares, por exemplo. Valorizar as atividades e o conteúdo pedagógico é valorizar o próprio estabelecimento escolar. A divulgação também deve ser externa, de olho em novos alunos, e as redes sociais são excelentes para isso. Mas muito cuidado ao utilizar fotos de alunos em atividade: os pais podem não gostar, isso pode gerar atritos e, o que é pior, até processos judiciais. Jamais publique uma foto com alunos sem autorização dos seus pais.

Ensinar é preciso

Ensinar é preciso, porque pedagogos e professores escolheram essa forma de se relacionar com a sociedade. Mas ensinar de forma estruturada, em um negócio para chamar de seu, é muito melhor! O primeiro passo, demos juntos aqui: informação. Agora, é mergulhar no mundo do empreendedorismo e dar o melhor de si para o sucesso de sua escola infantil.

Você pode melhorar o resultado com sua escola infantil, trabalhando com uma contabilidade especializada em escolas e que também te auxilia na gestão financeira.

Nós temos especialistas em todo o Brasil para te ajudar a crescer e organizar sua empresa de forma lucrativa e sustentável.

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda