Como organizar sua vida financeira

Como organizar sua vida financeira

Todos nós buscamos qualidade de vida para as nossas famílias, e nisso incluímos a realização de alguns sonhos de consumo. Além disso, também precisamos pensar no futuro, em nossa aposentadoria, quando é hora de descansar e aproveitar o que a vida tem de melhor. Mas como organizar sua vida financeira para alcançar os objetivos?

Como crescer na vida para alcançar todos os seus objetivos? É preciso ter disciplina e educação para se conseguir uma vida estável, disso ninguém tem dúvida. Mas como fazer? Como ter uma vida financeira organizada, sem sobressaltos? Se você também se faz essas perguntas, esse conteúdo preparado por nossos especialistas com certeza vai te interessar! Descubra como planejar e tenha acesso a dicas de como organizar sua vida financeira.

Qual a importância de cuidar da minha vida financeira?

Você sabia que nada menos do que 66,2% dos brasileiros têm alguma dívida, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC)? É muita gente que está pagando juros para voltar a ficar no azul ou já tem o nome negativado em órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa, por exemplo.

Outra pesquisa muito importante, dessa vez promovida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também é reveladora: seis em cada dez empresas fecham as portas antes de completar cinco anos de atividades. O motivo? A falta de planejamento financeiro é um deles.

Ambas estatísticas revelam claramente que essa pergunta – qual a importância de cuidar da minha vida financeira – não é tão simples de responder. Ou, ao menos, de ser colocada em prática. Afinal, fugir de dívidas é o mandamento número um de uma vida financeira organizada, estável e disciplinada.

Cuidar das próprias finanças é o primeiro passo para evitar sobressaltos e problemas de dinheiro. Claro que a vida nos traz surpresas e imprevistos, disso ninguém escapa. Contudo, quando cuidamos dos nossos recursos, nos organizamos e nos planejamos, temos condições de levar uma vida mais tranquila e estável e, se não bastasse, podemos enfrentar os desafios e as intempéries do dia a dia.

Ao organizar sua vida financeira, você tem como crescer na vida, realizar seus sonhos, alcançar seu projeto de vida e todos seus objetivos, além de garantir uma velhice tranquila e com qualidade. Em resumo, cuidar das nossas finanças é vital e só nos traz benefícios, para nós e nossas famílias.

Mas o que é essa organização das finanças?

Se todo mundo soubesse responder a essa pergunta tão simples, os números de endividamento não seriam tão grandes no Brasil, não é verdade? Fazer compras parceladas ou até mesmo obter um empréstimo para realizar algum investimento ou um sonho de consumo pode ser algo previsível e inofensivo, desde que haja educação e disciplina. É preciso se planejar!

Finanças organizadas partem de um princípio que deve ser seguido à risca: jamais devemos gastar mais do que faturamos. Isso vale para a nossa vida pessoal e empresarial. Claro que imprevistos acontecem, sonhos de consumo devem ser realizados (e isso é muito bom!), no entanto é preciso consciência para se contrair uma dívida. É muito importante que isso seja estudado e que caiba no nosso planejamento.

Organizar é controlar, é planejar. A organização nos permite ter clareza das nossas finanças e, assim, sabemos até onde podemos ir ou não. A realização de nosso projeto de vida depende disso. Em resumo, é preciso saber o quanto temos, o quanto gastamos e, claro, como gastamos, e certamente levar esse controle para o nosso dia a dia. Ou seja, é uma questão de educação e de aprendizado.

Reeducação financeira

O que é reeducação financeira? É se reeducar, ou seja, adotar novos hábitos diante de suas finanças. Você já se perguntou: “o que eu quero para minha vida”? Certamente que sim, no entanto já parou para pensar como conquistar isso e como crescer na vida?

A reeducação financeira é a atitude que todos devemos ter para alcançar nossos objetivos. É preciso mudar os padrões, adotar novos comportamentos e olhar para o dinheiro de uma forma diferente. O dinheiro é um meio de conquistar nossos sonhos, não um fim em si.

Como se organizar financeiramente

Não custa repetir, como um verdadeiro mantra, que não devemos gastar mais do que recebemos. Muito pelo contrário, é preciso guardar um pouquinho todo mês para resolver problemas inesperados, como o conserto do carro ou de uma infiltração no banheiro de casa. Afinal, imprevistos acontecem mesmo e quando menos esperamos, por isso é importante ter um fundo de reserva.

O primeiro passo para se organizar é ter consciência de toda as suas finanças. É preciso saber exatamente o quanto você ganha e o quanto gasta. A partir dessas informações muito bem alinhadas, fica muito mais fácil organizar sua vida financeira. Mas como fazer? Como planejar?

Você deve fazer uma planilha com todos os seus gastos mensais. Há vários aplicativos gratuitos que poderão facilitar sua tarefa, mas isso pode ser feito até mesmo em uma simples folha de papel, sem problema algum! O importante é listar tudo o que gasta, mas tudo mesmo: um cafezinho no balcão de um bar, que seja, precisa ser contabilizado (claro que esse gasto cotidiano faz a diferença e estará dentro da classificação “lanches” ou algo assim).

Sabendo o quanto você ganha e o quanto você gasta fica bem mais fácil de se organizar. A partir desse panorama, você vai poder se planejar, cortar custos, economizar, poupar e até mesmo fazer crediários para realizar sonhos de consumo.

Em tempo: essa planilha deve ser repetida mensalmente porque o controle é a base da organização. Não se esqueça disso!

Vida financeira pessoal X vida financeira empresarial

Um dos erros mais comuns cometidos por empreendedores é misturar suas finanças pessoais com as finanças da empresa. Esses empreendedores –  e não são poucos – costumam usar a conta da empresa como se fosse sua, tirando dali dinheiro para seus gastos diários, sem organização alguma.

Mas qual é o mal disso? É enorme, porque sem controle a gente está a um passo de fazer uma bobagem. Imagine que há bastante dinheiro no banco onde sua empresa tem conta, e você já está paquerando uma lavadora e secadora há um tempão. Se há muito dinheiro, a compra pode ser realizada sem sustos, não é mesmo? Talvez não: a empresa tem compromissos a saldar, e é justamente aquele dinheiro que irá utilizar para acertar contas que estão para vencer.

Esse é apenas um exemplo ilustrativo do que pode acontecer. O fato é que a gente sabe que deve gastar um pouco menos do que temos, para que se possa guardar algum dinheiro para eventualidades e imprevistos. Como posso fazer isso se eu não sei o quanto é meu e o quanto é da empresa? Como controlar os meus gastos e os da companhia a partir de uma só conta?

O empreendedor tem o seu pró-labore e a distribuição de lucros, e é com esse dinheiro que ele deve pagar suas contas pessoais. O dinheiro disponível no caixa da empresa serve para pagar as contas da empresa. Qualquer coisa diferente disso é um erro que pode ter consequências desastrosas, a partir da falta de controle e consequente desorganização financeira.

Dicas de como organizar suas finanças

  • A planilha de gastos deve ser refeita mensalmente. Afinal, os gastos podem ser maiores ou não, dependendo do mês. No verão, por exemplo, a conta de luz tende a dobrar por conta do uso do ar condicionado.
  • Jamais faça compras do mês sem uma lista pré-definida. A tendência é ceder à gula, comprando itens desnecessários, bem como comprar produtos que você ainda tem em casa e não precisam ser repostos. Outra dica boa é ir às compras alimentado: a fome é um gatilho para maiores compras.
  • Perder o dia do vencimento de qualquer boleto é terminantemente proibido. Multas e juros devem ser evitados.
  • Evite o desperdício. Saiba utilizar melhor os alimentos. Vai comprar frutas? Prefira as da estação porque são mais saudáveis e baratas.
  • Pesquise preços. Há aplicativos gratuitos que fazem isso para você, e a economia pode ser muito boa.
  • Estabeleça metas e prioridades. Tenha disciplina nos seus gastos, respeitando exatamente as metas e as prioridades estabelecidas.
  • Se você tem uma dívida, pesquise uma instituição financeira que cobre juros menores e troque de credor. Assim será muito mais fácil pagar o que deve. Os juros cobrados pelo cartão de crédito, por exemplo, são os maiores do mundo.
  • Aprenda a investir e saiba multiplicar seu dinheiro. A internet oferece um sem número de tutoriais de educação financeira.

Vamos resumir

É preciso se reeducar para alcançar seus objetivos. Antes de tudo, você precisa conhecer muito bem seus gastos, sabendo exatamente quais são as suas despesas e como elas acontecem. A partir daí será muito mais fácil se organizar e tirar proveito disso.

O Gerando Empreendedores é a maior escola de empreendedorismo do país e já ajudou e continua apoiando inúmeras empresas em suas gestões empresariais, fiscais, tributárias e financeiras. Planejamento financeiro é uma de nossas expertises. Se você tem alguma dúvida ou precisa de ajuda, fale com um de nossos especialistas. Estamos prontos para lhe oferecer todo tipo de auxílio. Fale conosco agora!

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda
Open chat