Nome empresarial X marca. Você sabe a diferença?

marca e nome empresarial

O nome é a primeira forma como uma empresa se comunica com seus clientes e com o mercado. É tão importante que muitas vezes o empreendedor já sabe como sua empresa vai se chamar antes mesmo de pensar no negócio. Mas você sabe qual é a diferença entre nome empresarial e marca? E entre nome empresarial, marca, nome fantasia e domínio?

Essa é uma dúvida que todo empreendedor tem. E que é fundamental ser esclarecida porque a força de uma marca pode ser um diferencial para o seu negócio. Preparamos esse conteúdo para você entender muito bem as diferenças destes conceitos, e, assim, aplicá-los a favor de seu negócio.

Você vai perceber que não se trata apenas de uma escolha pessoal, restrita ao seu desejo de como chamar sua empresa. A questão nome empresarial X marca segue algumas regras, e é preciso estar atento a isso também.

O que é um nome empresarial

Nome empresarial, denominação social ou firma empresarial têm exatamente o mesmo significado. O nome empresarial é o nome que a empresa terá, exatamente como todos nós recebemos, quando nascemos. É uma das formas como ela se identifica juridicamente (outra é pelo seu Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ).

Esse nome constará no seu contrato social, e sobre isso temos um conteúdo dedicado exclusivamente a esse tema, que vale uma leitura. Aprenda como elaborar um contrato. O registro do contato social é o primeiro passo para a legalização da empresa, então a definição da denominação social deve ser decidida nesse momento.

Em uma razão social correta consta:

  • a identificação da empresa;
  • seu ramo de atuação;
  • seu enquadramento jurídico (Ltda., Eireli e etc.).

Sendo assim, um escritório de contabilidade, por exemplo, que você contratou para legalizar sua empresa se chama Fulano da Silva Serviços Contábeis Ltda. Neste nome está sua identificação, seu ramo de atuação e o enquadramento jurídico, percebe?

Há algumas regras, como, por exemplo, uma microempresa enquadrada como Empresa Individual não precisa utilizar a sigla EI. Quanto a isso, não se preocupe. O experiente escritório contratado por você conhece todos os detalhes do assunto e, assim, poderá lhe ajudar a definir a forma correta para o nome escolhido por você.

O nome empresarial constará no contrato social, em todos os documentos legais e até mesmo no cadastro do seu banco.

O que é uma marca

A marca é um símbolo, a forma como a empresa quer ser chamada pelos seus clientes e reconhecida pelo mercado. É como se fosse um apelido. No nosso exemplo utilizado acima, a Fulano da Silva Serviços Contábeis Ltda. poderia ser registrada como tal, mas utilizar a marca “Contabilidade Inteligente”, por exemplo.

Toda a estratégia de marketing e de divulgação da empresa vai girar em torno da marca. É dessa forma que ela quer se comunicar com todos. E será assim que sua empresa será reconhecida. Provavelmente você já comprou, ou ao menos pesquisou preços, no site do Submarino, mas não deve saber que seu verdadeiro nome é B2W Companhia Digital. Afinal, é como Submarino que esse site de e-commerce se apresenta e se relaciona com seus clientes e o mercado.

Uma marca pode ser definida por palavras e figuras também (uma logomarca). A marca é uma questão de propriedade intelectual.

As diferenças entre esses dois conceitos

Não é nada difícil entender, embora muita gente se confunda com esses dois conceitos. Quando você precisa tirar uma cópia de sua identidade, você procura uma ”máquina de xerox”, certo? Errado! Você precisa de uma máquina de fotocópias, seja ela de qual fabricante for. Mas a marca Xerox é tão forte que acabou se confundindo com a própria atividade, assim como Gilette, Modess e tantos outros.

A denominação social é o nome de registro. A marca é como você vai se apresentar e se vender. Você acha que todo mundo conhece o Edson Arantes do Nascimento? Certamente que não, mas o Pelé todos sabem que é o maior jogador de futebol da história, e eles são a mesma pessoa. Muita gente sonha com um IPhone, mas não sabe que é a Apple quem o fabrica.

Sua empresa pode ter uma denominação social e não ter uma marca. Mas será impossível ter uma marca sem uma denominação social. Certo? O nome empresarial é como sua empresa é registrada, e apenas isso. Se você vai utilizá-lo junto ao público ou se vai criar uma marca, aí isso já é outra história…

Como registrar um nome empresarial

O nome empresarial está no contrato social, documento este registado na Junta Comercial da sua cidade. Empresas de um mesmo ramo não podem ter o mesmo nome dentro de um mesmo estado. Antes de registrar o contrato social, o seu contador fará uma busca para se certificar de que o nome escolhido será aceito.

Isso significa que haverá apenas uma “Fulano da Silva Serviços Contábeis Ltda.” em Salvador, por exemplo, mas na mesma cidade você poderá encontrar a “Fulano da Silva Confecções Ltda.” sem problema algum.

O nome registrado não tem prazo de validade, permanecendo vigente até que a empresa feche as portas e o faça legalmente também. Todo esse processo será acompanhado pelo seu contador, e limita-se ao registro do contrato social.

Como registrar uma marca

Você pode adotar uma marca, mas só irá garantir sua exclusividade nacionalmente se registrá-la. E isso é feito junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Ao registrá-la, você garante que ninguém a usará, mas também se assegura que poderá utilizar aquela marca sem problemas com concorrentes. Porque se alguém registrar sua marca, você não poderá mais utilizá-la (caso não tenha feito o registro, é bom deixar claro).

Você poderá registrar sua marca de três diferentes formas:

  • Normativa (somente o nome é registado);
  • Figurativa (somente a logomarca é registrada);
  • Mista (ambos são registrados).

O registro tem validade de dez anos, sendo prorrogável pelo tempo que você quiser. Um experiente escritório de contabilidade poderá lhe ajudar nessa tarefa, que é de suma importância comercial para as empresas que querem conversar com o mercado e seus clientes por meio de uma marca específica.

Registrar sua marca é protegê-la. O passo a passo básico é:

  • Definida sua marca, é preciso realizar uma busca para ver se está disponível. Se não estiver, é preciso pensar em outro nome, certo?
  • O próximo passo é pagar a Guia de Recolhimento da União (GRU).
  • Resolvido o pagamento, um formulário online deve ser corretamente preenchido, e se sua marca tiver uma imagem ela será anexada nesse momento.
  • O processo deve ser acompanhado para cumprimento de exigências.
  • Se tudo certo, após deferimento do pedido, será paga uma nova taxa relativa à emissão do certificado, que vale por dez anos.

É possível vender um nome empresarial? E uma marca?

Um nome empresarial não pode ser vendido, mas uma marca sim. Utilizando um exemplo já citado aqui, não é possível vender o nome Fulano da Silva Serviços Contábeis Ltda. mas a marca “Contabilidade Inteligente”, se registrada, pode ser vendida sim. E pode valer muito dinheiro, viu?

Nome empresarial e marca podem ser o mesmo?

Tecnicamente, sim. Mas vamos utilizar o exemplo do nosso fictício escritório contábil? Ele se registrou na Junta Comercial como Fulano da Silva Serviços Contábeis Ltda. e pode, sim, utilizar o mesmo nome como marca. Mas seria mais adequado registrar, quem sabe, “Fulano da Silva” apenas. Ou “Fulano da Silva Contábil”. É uma questão de sonoridade e de bom senso!

O importante é que a marca tem que ser um nome forte, representativo e fácil de ser divulgado. Petróleo Brasileiro S.A. é bem diferente de Petrobras, não concorda?

É importante deixar bem claro que a utilização de uma marca é uma decisão estratégica da empresa, e que registrá-la ou não é uma questão de proteção. A utilização de uma marca não é, e jamais será obrigatório. O nome empresarial, sim.

Nome fantasia e domínio

E nome fantasia e domínio? São dois conceitos que têm tudo a ver com o tema deste conteúdo, e por isso também merecem a nossa atenção.

Quando você registra seu contato social, pode incluir um nome fantasia. Seria uma espécie de nome popular, para divulgação. É como uma marca desprotegida.

Nos documentos, em contratos diversos, no banco, o nome adotado pela empresa será a denominação social. Mas nas redes sociais, em propaganda e publicidade, em materiais de divulgação, a empresa poderá adotar o nome fantasia. Um detalhe importante: se o seu nome fantasia é utilizado como marca por alguma empresa, ela poderá solicitar que sua empresa não utilize mais aquela denominação, sob pena de um processo judicial. Afinal, como falamos, o nome fantasia é uma marca não protegida.

Domínio, por sua vez, é como sua empresa é encontrada na internet. É o seu endereço eletrônico, e constará de seu site, blog e e-mails. Esse domínio precisa ser registrado, e há um sem número de empresas que prestam esse serviço. O domínio é exclusivo, e se tem alguém que já o registrou você precisará escolher outro nome.

Dicas para escolher o nome da sua marca

  • Esqueça nomes impronunciáveis. Você pode ter apego a esse nome, pode representar muito para você, mas lembre-se que os clientes e o mercado devem identificá-lo facilmente. Cuidado com nomes estrangeiros, com excessos de consoantes, por exemplo.
  • Se o nome da sua empresa remeter à sua atividade, você já ganhou um ponto. Será fácil para o público identificá-lo.
  • Seu nome empresarial pode até ser difícil de pronunciar, e se for o caso abuse da criatividade na escolha de uma nome fantasia. Para isso que ele existe!
  • Desperte curiosidade.
  • Utilize grafia simples, nomes curtos e fáceis de serem lembrados.
  • Ao pensar em um nome fantasia, teste-o entre familiares e amigos. Pergunte o que acham, se remete ao seu negócio, se representa bem sua empresa.
  • Muitas empresas utilizam sufixos como big, infra, extra. Isso pode ajudar o consumidor a entender seu negócio.
  • Não copie o nome de grandes empresas. O plágio pega mal.

Conclusão

A escolha do nome de uma empresa é algo pessoal, e pode ser restrita ao empreendedor, é verdade. Mas você percebeu, lendo este conteúdo preparado especialmente para você pelo Gerando Empreendedores, que definir o nome empresarial, o nome fantasia e uma marca não é uma tarefa simples. Afinal, também suas escolhas também podem contribuir na busca pelo sucesso do seu empreendimento.

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda