Balancete de verificação – O que é e Para que serve.

o que é e para que serve balancete de verificação

Você sabe o que é e para que serve um balancete de verificação? Uma empresa que pretende ter sua contabilidade bem organizada e que trabalhe a favor do negócio – e não apenas para cumprir a legislação tributária – vai precisar contar com esse importante balancete contábil.

E não importa o tamanho ou o faturamento do empreendimento. Todo empreendedor precisa saber para que serve um balancete de verificação e, mais do que isso, deve utilizar esse relatório produzido pelo contador ou pelo escritório de contabilidade contratado como uma importante fonte de informações sobre a saúde de seu negócio.

Um correto balancete de verificação é fundamental na gestão contábil de uma empresa porque apresenta as suas contas e a quantidade de recursos disponíveis. Uma eficiente gestão contábil, acredite, não existe sem esse documento. O Gerando Empreendedores apresenta o tema e lhe ajuda a utilizar o balancete de verificação como mais um importante indicador para a tomada de decisões.

O que é balancete de verificação

A contabilidade tem inúmeros nomes e jargões que não estão ao alcance de todos. Sabemos que o mundo dos números não é de fácil compreensão, ainda mais quando se pensa na organização desses números – ou seja, exatamente o que pretende fazer a contabilidade. Mas é fundamental conhecer alguns destes nomes e jargões, fundamentais para o nosso negócio.

O balancete de verificação é um destes documentos que precisamos conhecer. Trata-se de um relatório financeiro, geralmente produzido antes do Balanço Patrimonial (BP), onde o contador apresenta:

  • Valores do patrimônio;
  • Valores de resultado:
  • Movimentações da empresa, tanto de crédito como de débito:
  • Saldo final.

Em suma, esse relatório contábil muito importante permite que o empresário enxergue gastos que não eram necessários e/ou excessivos e falhas e inconsistências na gestão financeira da empresa. Ou seja, é um balancete de todas as contas em movimentação da empresa, incluindo o saldo. O balancete de verificação oferece ao contador e ao empresário um verdadeiro raio-x da saúde financeira do negócio e, ainda, confere se os lançamentos contábeis de um determinado período estão corretos.

É importante destacar que o balancete de verificação é uma espécie de ponto de partida para a elaboração de outros importantes relatórios, como o Demonstrativo dos Resultados do Exercício (DRE) e o próprio Balanço Patrimonial (BP), o que reforça ainda mais sua importância na contabilidade de uma companhia.

A importância do balancete de verificação

É verdade que não é fácil ler e compreender as informações que fazem parte de um balancete de verificação. Muitos empresários acabam deixando esse assunto de lado, mas isso é um erro de gestão que pode ter consequências ruins lá na frente. Um bom contador vai explicar todas as informações que estão ali contidas, bem como o que elas exatamente significam.

É sempre oportuno lembrar que a interação e a troca de informações entre o empreendedor e seu contador são fundamentais para a saúde de uma empresa. No post Contabilidade gerencial: entenda para que serve e sua importância isso fica muito claro.

Uma das mais importantes funções do balancete de verificação é verificar se todos os lançamentos contábeis estão corretos. E isso é fundamental como ponto de partida para todas as informações contábeis consolidadas da sua empresa, não é verdade? Um erro, ou mesmo uma inconsistência, pode provocar grandes estragos na sua contabilidade, não tenha dúvidas.

Esse relatório contábil também é fundamental para a demonstração das contas patrimoniais da empresa, ou seja, seus bens, seus direitos e suas obrigações. Bem como imprescindível para as contas de resultado (receitas e despesas), quando se chega à conclusão de que a empresa está gerando lucro ou prejuízo.

O balancete de verificação permite ao empresário se organizar gerencialmente. Também permite tomada de decisões embasadas por números reais e que revelam a exata saúde financeira da empresa. E o mais importante de tudo: permite a identificação de erros e problemas, o que é o primeiro passo para a busca por soluções eficientes.

Por meio do balancete de verificação, é possível ter uma visão esclarecedora da saúde financeira do empreendimento, e isso ajudará o empreendedor a planejar o futuro do negócio, rumo ao sucesso.

Como é feito um bom balancete de verificação

É bom você saber que existe mais de uma forma de produzir um balancete de verificação. O documento pode ser produzido de forma mais reduzida ou consistente. É a empresa quem determina isso, de acordo com sua realidade, e por isso vale a pena conversar com o contador sobre essa questão. De comum acordo, vocês definirão o escopo do balancete de verificação a ser produzido.

O balancete de verificação é produzido antes do Balanço patrimonial (BP). A primeira decisão a tomar é definir o período desse relatório contábil. Ele pode ser mensal, trimestral, semestral ou anual, e isso deve ser definido com o contador. Lembre-se de que é um documento que o ajudará a enxergar melhor o seu negócio e a tomar decisões, mas isso não significa necessariamente que deve ser elaborado todo mês. É um balancete trabalhoso, que em hipótese alguma não pode conter erros (pelo contrário, como já falamos, ele deve indicar os erros).

As naturezas das contas credoras e devedoras estarão presentes em seu balancete de verificação ou tão as movimentações e os saldos descritos? Um balancete contábil simples e objetivo não é sinônimo de um balancete ruim, definitivamente não. Isso vai depender de como você usará essas informações, e mais uma vez lembramos que isso deverá ser discutido com o seu escritório de contabilidade. Um balancete bem objetivo pode ser mais bem aproveitado por você.

A tabela do balancete trará as contas do ativo e suas movimentações. Nesse momento, o contador verificará se a contabilidade está em dia, o que é uma informação importantíssima.

O seu balancete de verificação conterá:

  • Cabeçalho (nome da empresa e a data do balancete, que jamais deve deixar de ser registrada);
  • O ativo, ou seja, as contas que a empresa tem, incluindo, aí, bens e direitos;
  • Saldo anterior (o saldo do mais recente balancete);
  • A movimentação da empresa;
  • O saldo final.

Qual a melhor forma de analisar o balancete de verificação da sua empresa?

Ler e entender um balancete de verificação é uma atividade mais simples do que ler e entender um Balanço patrimonial (BP). É importante que o empreendedor saiba fazê-lo, para utilizar essas preciosas informações no dia a dia da empresa e na tomada de decisões.

Vamos entender os itens do documento? O ativo é o conjunto de contas que a empresa possui, incluindo aí bens e direitos. O saldo anterior é nada mais nada menos do que o saldo apresentado pelo mais recente balancete de verificação. As movimentações do período estipulado pelo balancete estão em débitos e créditos, e o saldo final é o saldo que ficou após estas movimentações.

Um detalhe é fundamental neste balancete: os saldos das contas devedoras e das contas credoras devem ser sempre iguais. Caso contrário, há algum erro a ser corrigido. Um balancete contábil resumido e simples conterá o cabeçalho, ativo, devedor, credor e total final apenas.

Exemplos de um balancete de verificação bem simples e outro mais profundamente elaborado:

A diferença entre balancete de verificação e balanço patrimonial

Muitos empresários confundem o balancete de verificação com o balanço patrimonial. Você já sabe o que é um balancete de verificação e sua importância para a empresa. O balanço patrimonial (BP) é um relatório contábil obrigatório, que apresenta a posição patrimonial e financeira da empresa em um determinado momento. Ele é produzido anualmente, a cada fim de ano civil e é utilizado para fixar o valor dos dividendos dos sócios (ou lucro do empresário), o valor do imposto de renda e da Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL) sobre o lucro real, além de servir como análise patrimonial e financeira para investidores e licitações, entre outras funções. O balancete contábil é como se fosse um pré-balanço patrimonial.

Os principais erros do balancete de verificação

Um balancete de verificação é construído baseado em um método conhecido como método das partidas dobradas. Resumidamente, significa que existe nenhum crédito sem seu respectivo débito. Ou seja, a soma dos débitos e a dos créditos devem ser iguais: o saldo devedor (ativos e despesas das contas devedoras) sempre será igual ao saldo credor (passivo, somado ao patrimônio líquido e as receitas, ou seja, as contas credoras).

Alguns dos erros mais comuns, que jamais podem acontecer no seu balancete de verificação são:

  • Registro de um débito, sem o crédito correspondente;
  • Não registrar um determinado lançamento, esquecendo-o;
  • Registrar um débito cujo crédito correspondente foi lançado com valor duas vezes maior;
  • Saldos de extratos bancários registrados com erros;
  • Debitar ou creditar as duas contas, em vez de creditar uma e debitar a outra.

Há modernos programas que automatizam todo esse processo e diminuem de forma bem considerável a possibilidade de erros, como por exemplo o ERP – software de gestão integrada, que faz a ponte de todos os dados e processos de uma empresa.

Utilize o balancete de verificação da melhor forma possível: junto do seu contador

O Gerando Empreendedores deixou claro neste artigo que o balancete de verificação é uma ferramenta muito importante para o empreendedor. Converse com o seu contador, que deve agir como um consultor, ajudando-o a ler e entender os números que ali estão para uma melhor visão da saúde do seu negócio e para a tomada de decisões.

Nós acreditamos que a contabilidade empreendedora pode fazer muita diferença para você empreendedor que busca crescimento. Esse conteúdo foi preparo para te clarificar de forma objetiva o que significa um balancete de verificação.

Para mais informações sobre o tema, fale com nossos especialistas.

Falar com um Contador Especialista

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda