Aprenda sobre finanças corporativas e como utilizá-la

finanças corporativas

Está enganado quem pensa que os resultados de uma empresa dependem basicamente da venda. É claro que o lucro depende dela, e quanto mais se vende, maior é a capacidade de faturar. Mas os resultados dependem de uma série de fatores, que vão de uma gestão enxuta a uma boa margem do lucro líquido, passando pelo total controle financeiro do negócio. Ou seja, se você quer alcançar o sucesso de sua empresa aprenda sobre finanças corporativas e como utilizá-la.

Entender, acompanhar e gerir todos os números da empresa é fundamental para que os resultados cresçam e apareçam. Não há um negócio que vá para frente sem controle e planejamento. Cuidar das finanças corporativas nada mais é do que zelar pela saúde da empresa. Acompanhe-nos até a última palavra deste conteúdo e entenda exatamente o que é finanças corporativas, qual a sua importância e como aplicá-la no dia a dia do seu empreendimento.

O que é finanças corporativas

Pense em algum número relacionado ao seu negócio. Seja ele qual for, ele está relacionado ao conceito de finanças corporativas. Até os anos 80, se tratava basicamente das operações das contas a pagar e a receber, mas isso é passado: a finança de uma corporação envolve absolutamente tudo que diz respeito ao financeiro de uma empresa, seja ela do tamanho que for.

Há inúmeras questões que têm ação direta sobre o financeiro da empresa, como a precificação, o controle do estoque, a gestão do fluxo de caixa, o planejamento tributário, os custos fixos e variáveis e tantos outros que precisam ser acompanhados e controlados de muito perto, para que os resultados apareçam.

Em resumo, tudo o que tem a ver com dinheiro está no escopo das finanças corporativas. Essa área é responsável por toda a movimentação financeira da empresa, e isso é o suficiente para entender o quão importante é para o sucesso de seu negócio.

A importância para o seu negócio

Vamos imaginar, como exemplo, uma empresa que comercializa quentinhas para delivery. A comida é muito gostosa, a propaganda boca a boca é favorável, o preço é barato e as vendas vão de vento em popa. Em um primeiro momento é possível imaginar que esse empresário vai ter um lucro substancioso, não é verdade?

Mas se a empresa olha apenas para o número de quentinhas vendidas diariamente, mas não se preocupa com questões vitais como os custos fixos e variáveis, a margem de lucro, os prazos para pagamento dos insumos e tantas outras questões, as excelentes vendas podem geram prejuízo.

Ou seja, o bom funcionamento do negócio é fundamental para que o lucro seja real. É preciso reduzir despesas, utilizar os recursos de uma forma inteligente e assertiva e saber o que fazer com o lucro alcançado, e é esse papel da finança. Sua importância é tão grande que é absolutamente correto dizer que a saúde de uma empresa depende da saúde de suas finanças.

Planejar e promover controles financeiros só trazem benefícios para um empreendimento. Saber exatamente qual é a situação financeira da empresa permite dar passos concretos e firmes rumo ao sucesso. Também permite resolver problemas e identificar erros e corrigi-los.

Como trabalhar as finanças da sua empresa

Elas são vitais para o seu negócio, mas como trabalhá-las a favor da sua empresa?

  • Faça planejamentos estratégicos: Promover orçamentos, estratégias, pensar nos cenários, controlar os gastos, tudo isso deve ser planejado constantemente para que se possa trabalhar de uma forma mais segura. Quando conhecemos nossos números, não damos um passo maior do que as nossas pernas. Além disso, planejamentos evitam erros e inconsistências cotidianas.
  • De olho na rentabilidade: Medir os resultados é fundamental, mas não basta olhar para as vendas. É preciso gerir custos, despesas, investimentos e o fluxo de caixa. Faça projeções e analise os indicadores.
  • Faça uma gestão profunda dos ativos e passivos da empresa: Controle o caixa, o estoque, os valores a receber, bem como as dívidas e pagamentos a serem feitos. Uma técnica chamada Asset Liability Management (ALM) ajuda no gerenciamento de riscos. Você deve falar com seu contador sobre isso.
  • As métricas são fundamentais: É preciso medir os números para que possa controlá-los, afinal a saúde financeira da empresa depende disso. Fique de olho no faturamento, nos recebimentos, nos custos fixos e variáveis, no índice de endividamento, no ticket médio, no ponto de equilíbrio (break even point – a paridade entre as receitas e despesas) e no retorno sobre o Investimento (ROI), entre outros.
  • Leia, entenda e utilize as demonstrações produzidas pelo contador: A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), por exemplo, é um documento fundamental para controlar as finanças da empresa. Ele aborda a receita bruta operacional, custos de vendas, despesas e o lucro líquido. É preciso ler, entender e discutir o conteúdo com o contador.

Dicas para manter a saúde da sua gestão financeira

  • Estabeleça controles diárias, semanais e mensais. Olhe seu extrato bancário diariamente.
  • Muito cuidado com sua documentação. Tudo deve estar disponível e organizado.
  • O fluxo de caixa deve merecer uma atenção especial.
  • Jamais misture as contas pessoais e empresariais. Trata-se de um dos maiores erros dos empreendedores, que podem ter consequências nefastas. Não utilize a conta da empresa como se fosse sua.
  • Renegocie contratos quando isso for possível. Trocar de fornecedor pode ser ruim, mas estabeleça com ele uma relação de parceria e confiança.
  • Saiba como investir. Conheça as soluções que o mercado financeiro oferece.
  • Acompanhe sua rentabilidade muito de perto, muito mesmo.
  • Adote um bom planejamento tributário.
  • Especialistas dizem que a folha de pagamento não deve ultrapassar 40% do faturamento. Atenção para o acúmulo de hora extra.
  • Controle exaustivamente tudo o que entra e o que sai da empresa.
  • Utilize softwares de apoio.
  • Tire todas as suas dúvidas com o contador, sempre. Assessorá-lo é o trabalho dele.

O envolvimento do empresário é fundamental

Sabemos exatamente como é a vida de um microempreendedor, afinal o Gerando Empreendedores é a maior escola de empreendedorismo do Brasil. O tempo é escasso, as solicitações referentes ao negócio são gigantescas e muitas tarefas importantes na gestão de uma empresa acabam ficando em segundo plano, muitas vezes até esquecida.

Em geral, o empreendedor separa a maior parte do seu tempo para as vendas, e isso é natural. Mas seu envolvimento em outras áreas é fundamental para que o negócio avance e apresente os resultados esperados.

O contador é o profissional que vai cuidar das finanças corporativas da empresa, pois ele quem tem essa expertise. Mas o acompanhamento e envolvimento do empresário faz toda a diferença. Antes de tudo, porque tornará o trabalho muito mais rico. Afinal, se ninguém conhece mais sobre esse assunto do que um especialista, também é importante pontuar que ninguém sabe mais sobre a empresa do que seu dono, não é verdade? Juntos, somam esforços.

Quando se envolve, o empresário pode cobrar mais. E pode, também, tirar mais proveito de todo trabalho financeiro realizado. A tomada de decisões depende de boas informações para ser assertiva. Portanto, ao se envolver o empreendedor só tem a ganhar. E a empresa também.

O papel do contador: como tirar o melhor proveito dele

Já foi o tempo – e põe tempo nisso – que o contador era quem cuidava apenas do caixa da empresa, da geração de guias de impostos e do controle da folha de pagamento. A contabilidade moderna é muito mais do que isso e acaba por se transformar em um diferencial competitivo de uma empresa.

Uma gestão financeira muito bem realizada fortalece a empresa. Mais do que isso, cria base para o sucesso. O contador deve se dedicar às finanças corporativas com todo afinco, utilizando toda a sua expertise a favor da empresa. Ele funcionará como uma espécie de conselheiro, olhando para o negócio como um todo e apoiando na tomada de decisões gerenciais.

Ou seja, hoje um empresário não deve dar um passo sem consultar o seu assessor contábil. É óbvio que o profissional não tem bola de cristal e é incapaz de transformar números, mas certamente tem as soluções para que a empresa tenha saúde financeira.

Como podemos ajudar a sua empresa

O Gerando Empreendedores é especialista em empreendedorismo e seu negócio é oferecer todo apoio à atividade empreendedora. Oferecemos um trabalho profundo e diferenciado em finanças corporativas, permanecendo lado a lado do empresário na gestão de seu negócio.

Nossos especialistas estão prontos para lhe oferecer assessoria contábil, empresarial, fiscal, financeira e tributária, além de cursos e Coach. Nossas mentorias são voltadas para a solução de problemas e implantação das melhores práticas do mercado. Conte para um de nossos especialistas quais são suas necessidades e, juntos, vamos trabalhar pela saúde de seu negócio.

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda
Open chat