A importância do planejamento financeiro

planejamento financeiro - gerando empreendedores

Você sabe exatamente qual é a importância do planejamento financeiro para o seu negócio e a sua vida? Sabe o que é, como fazer e qual impacto planejar suas finanças terá na sua conta pessoal e empresarial?

Após ler esse conteúdo preparado pelo Gerando Empreendedores, temos certeza de que você saberá quais são os benefícios de se planejar e, ao seguir as dicas de nossos especialistas, alcançará os resultados esperados.

A educação financeira é fundamental para a nossa qualidade de vida e também para o sucesso de uma empresa. Um planejamento financeiro bem realizado vai lhe ajudar a prosperar e alcançar seus sonhos. Leia nosso conteúdo até o fim e aproveite-o da melhor forma possível. Você só tem a ganhar!

O que é planejamento financeiro

Nós recebemos um salário ou proventos da nossa empresa e temos inúmeros gastos a saldar. Uma empresa também, e ambos precisam se organizar diante destas contas. O planejamento financeiro é a projeção das receitas e das despesas de um período determinado, e o fazemos para que possamos pagar nossas contas em dia, corretamente, e não gastar mais do que ganhamos.

É por meio deste trabalho que conseguimos organizar todas as nossas contas e ter uma visão real e precisa do que entra e do que sai do nosso bolso e da conta da empresa. Acredite, trata-se de uma ferramenta fundamental para a nossa vida financeira. Muita gente até o faz de forma empírica, mas quando elabora um trabalho dirigido os resultados são muito mais consistentes.

Quando a gente se organiza, evita problemas. Simples assim.

A importância de planejar suas finanças

É muito fácil entender porque é preciso pensar em um projeto de planejamento para as suas finanças pessoais e da empresa. Temos compromissos a saldar, para que nossa vida e a da empresa funcionem regularmente. Temos contas a pagar, e os boletos se multiplicam ao longo do mês, certo?

É preciso pagar a conta de luz, o aluguel da sala da empresa, a escola das crianças, o supermercado mensal, o salário dos funcionários, a gasolina do carro, enfim, temos diversos compromissos financeiros que precisam ser cumpridos regularmente. São gastos fixos, que se repetem todos os meses do ano.

Mas tem o imprevisto. Vez por outra, o carro quebra e é preciso levá-lo ao mecânico. Uma infiltração no banheiro da empresa precisa ser reparada por um pedreiro. E tem, também, nossos sonhos de consumo pessoais, como uma viagem para um lugar bem bacana, e os investimentos que queremos fazer na empresa, para vê-la crescer e prosperar.

Como dar conta de tudo o que temos que pagar, incluindo os imprevistos, sonhos de consumo e investimentos na empresa? É preciso se planejar, ter educação financeira, saber economizar, saber gastar na hora certa. Quando planejamos nossas finanças, nos organizamos para que tudo dê certo. E quando nos organizamos, simplesmente deixamos de perder dinheiro.

Planejamento financeiro pessoal

A primeira regra a seguir, quando pensamos na nossa vida financeira, é: não podemos gastar mais do que temos. É uma condição básica para não entrar no vermelho e perder dinheiro pagando juros exorbitantes do cheque especial ou do cartão de crédito.

Mas se a gente se planejar, pode realizar muito mais. Comprar uma máquina de lavar e secar à vista pode não caber no nosso orçamento, mas parcelar a compra em 12 vezes sem juros pode facilitar o negócio. Se eu me planejo corretamente, sei que aquelas prestações suaves não vão desorganizar minhas finanças.

Mas como fazer? Não é nada difícil pensar nas suas finanças: crie uma planilha onde você irá inserir todos os seus gastos mensais. O ideal é que você não se esqueça de nada. Enxergando com clareza tudo o que você gasta e sabendo quanto ganha poderá descobrir se suas finanças estão equilibradas. E se não estiverem, é a hora de buscá-lo, cortando custos.

Lembre-se de que imprevistos acontecem e, por isso, você precisa ter recursos para resolvê-los. Poupar um tanto mensalmente, para fazer a viagem tão sonhada nas férias, também faz parte do seu planejamento financeiro.

Planejamento financeiro empresarial

A empresa tem uma série de compromissos a saldar. Tem custos fixos e variáveis, que vão impactar diretamente no seu faturamento e, consequentemente, em seus resultados finais. Se você perder a data de vencimento de uma guia de imposto, por exemplo, pagará multa e juros, e isso não é nada bom porque é um prejuízo que poderia ser facilmente evitado.

Muitas das compras de uma empresa têm prazos dilatados para pagamento. Isso significa que sempre há vários compromissos futuros que terão que ser quitados nas mais diferentes datas de vencimento. Como não se desorganizar com isso? Com planejamento! A empresa também precisa saber tudo o que vai entrar, o quanto vai ganhar e seus compromissos a saldar. E também tem que estar pronta para imprevistos e para promover investimentos.

Você sabe qual é um dos seis principais erros que levam uma empresa à falência? Segundo uma pesquisa do Sebrae, um destes motivos é justamente o descontrole sobre o fluxo de caixa do empreendimento. E você sabe como evitar esse descontrole? Com planejamento, claro!

Um bom estudo das finanças da empresa garante sua saúde e evita erros de gestão. Não tenha dúvida alguma de que isso é vital para o sucesso de seu negócio, e, muitas vezes, acaba se tornando um diferencial, fortalecendo ainda mais o empreendimento.

Não importa o tamanho, absolutamente todas as empresas precisam desse controle. E as que não dispõem de recursos humanos para um projeto de planejamento ou simplesmente preferirem podem optar pelo BPO financeiro, que é a gestão financeira terceirizada, uma tendência cada vez mais forte no mercado.

Como fazer

  • Faça uma análise ampla do contexto. Não existe uma receita de bolo pronta e definida, embora a gente saiba que devemos partir do princípio de que não se pode gastar mais do que se ganha. Mas ainda assim há que se fazer um controle, porque investimentos são necessários, projetos existem e as vezes compensa buscar um empréstimo.
  • Pense nos mais diferentes cenários possíveis. As vendas, por exemplo, podem melhorar, permanecer como estão ou cair, não é verdade? Simule cenários. Devemos sempre pensar em três possíveis cenários: otimista, realista e pessimista.
  • Pense em como alcançar determinados resultados (metas e planos de ação).
  • Trabalhe com planilhas. Tudo deve ser anotado e aparente.
  • Converse com o seu contador, peça ajuda a ele.
  • Reveja sempre todos os passos anteriores.

Como mudar sua mentalidade sobre o dinheiro

O que é dinheiro? Está parcialmente certo quem respondeu que é para comprar. É sim, mas o dinheiro não é um fim, e sim um meio. A gente não trabalha para ter dinheiro, mas sim para conquistar os benefícios que ele traz.

É por conta dessas conquistas que a gente busca ganhar dinheiro. É para viver bem que o dinheiro serve. Então, a questão central não é o quanto a gente acumula, mas sim como a gente o utiliza. Não cometer desperdícios é valorizar nosso próprio esforço de ganhar dinheiro. Economizar também é um esforço que nos recompensa lá na frente, quando adquirimos um sonho de consumo ou conseguimos investir no negócio.

Para mudar de mentalidade sobre o dinheiro, tirando proveito disso, é preciso repensar prioridades. É preciso deixar de gastar por gastar. E é preciso valorizar cada centavo ganho, porque dinheiro não cai do céu e nem nasce na terra. Controlar as despesas, pensar nos gastos, definir metas e cuidar das contas são as melhores atitudes diante de uma nova mentalidade sobre o dinheiro.

Dicas

Algumas dicas são fundamentais para que você possa fazer um bom controle pessoal e empresarial. Lembre-se: exercer a educação financeira é imprescindível para alcançar resultados positivos:

  • Envolva todas as pessoas ao seu redor: os familiares (em casa) e os funcionários da empresa.
  • Saiba comprar, pesquisando preços, discutindo prazos e evitando desperdícios. Pergunte-se: “eu preciso disso mesmo”?
  • Fuja do vermelho. Dívidas significam multas e juros.
  • Entenda o momento pelo qual passa suas finanças pessoais e empresariais. É hora de gastar? É hora de investir? O momento é propício? Pense nas consequências que suas decisões poderão provocar.
  • Há inúmeros softwares e aplicativos – inclusive gratuitos – que organizam seu planejamento financeiro. Utilize esses recursos e tire proveito deles.
  • Discuta com seus familiares e funcionários os custos fixos e variáveis. Há algo que se possa fazer para promover economia de recursos?
  • Trabalhe com metas, e isso vale para ambas as situações.
  • Defina prioridades.

Nós somos seu conselheiro financeiro, empresarial e pessoal

O contador é o profissional que poderá lhe ajudar a fazer um planejamento financeiro. Ele tem todas as informações financeiras sobre a sua empresa, e também pode lhe ajudar pessoalmente.

A contabilidade moderna vai muito além da organização dos números e das contas. Hoje, ela oferece informações privilegiadas e profundas, que são fundamentais para a tomada de decisões assertivas. Use e abuse disso.

O Gerando Empreendedores conta com contadores especialistas em finanças, que estão prontos para lhe ajudar em tudo o que for preciso para que você consiga fazer um planejamento dos seus recursos pessoais e da empresa também. Oferecemos assessoria contábil, empresarial, fiscal, financeira, empresarial, Coach e treinamentos diversos, sempre focando na necessidade de nossos clientes e parceiros.

Fale com um dos nossos especialistas. Vamos conversar e turbinar os seus resultados. Atendemos em todo o Brasil!

Falar com um Contador Especialista

Portal Gerando Empreendedores
Portal Gerando Empreendedores
A primeira escola de empreendedorismo no Brasil formada por Contadores e Financistas Especializados. Somos o maior apoio paras as Micro e Pequenas Empresas.
Preciso de Ajuda
Open chat